Cultura

Prefeitura de Santiago cobra imposto sobre ingressos da Semana Farroupilha

Crianças no CTG em Santiago — Foto: Divulgação

É grande a revolta entre as entidades tradicionalistas de Santiago. A partir deste ano, a prefeitura decidiu cobrar 5% sobre a venda de ingressos da Semana Farroupilha, bem como sobre o valor do contrato com os grupos de baile. O prefeito Tiago Gorski (PP) diz que está cumprindo a lei e que o Tribunal de Contas estaria "apontado" os municípios que não fazem o recolhimento do tributo.

O patrão do CTG Coxilha de Roda, Nildo Soares Machado, contesta. "Não concordamos. A prefeitura está fazendo uma cobrança que as outras cidades não fazem", diz Machado.

A entidade tem na programação desta ano grandes grupos, como Monarcas, Serranos e João Luiz Corrêa. "Os CTGs não tem fins lucrativos. A prefeitura teria que incentivar, inclusive porque existe um trabalho com crianças (foto acima). É uma injustiça esse tipo de cobrança", critica João Luiz, integrante do Fórum da Tradição, grupo que busca exatamente o contrário: medidas de fomento à cultura gaúcha dentro e fora do poder público.

Em São Borja, a prefeitura também tentou cobrar imposto sobre os ingressos, mas desistiu após a repercussão negativa, mantendo apenas 2% sobre os contratos com grupos de baile.

Fonte: G1 Repórter Farroupilha

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.